DSC_2179.png

Tubo de Kundt

Tem-se um tubo de vidro que contém ar e serragem fina de cortiça em seu interior. Nele produz-se ondas estacionárias fazendo um auto-falante vibrar em uma determinada freqüência com o auxílio de um gerador de audio. As vibrações são transmitidas para o pó de serra pelo ar que está contido dentro do tubo. Observa-se que, quando ocorre ressonância, em certas regiões do tubo há acúmulo da cortiça em algumas regiões que não apresentam vibrações longitudinais; essas regiões representam os nós da onda gerada. Sabendo-se a distância média entre esses acúmulos e a freqüência da onda gerada, pode-se determinar a velocidade de propagação do som no ar contido no tubo.