DSC_2179.png

Mola Slinky

Podemos classificar de duas formas uma onda, levando em conta a sua direção de progação. Existem as transversais, onde podemos observar oscilação de um ponto da corda numa direção perpendicular à direção de propagação; e, existem as longitudinais, onde um ponto oscila na mesma direção em que a onda se propaga. Como exemplos de ondas transversais podemos citar as ondas marítimas, aquelas geradas por uma pedra jogada num lago e a luz; já de longitudinais citamos o som como principal exemplo.

 

Pendura-se uma longa mola no teto, prendendo ela em vários pontos para que fique na horizontal. Agora, movimentamos uma extremidade da mola de acordo com a onda que queremos observar. Também é possível observar fenômenos como reflexão e interferência.