DSC_2179.png

Cordas Vibrantes

Modos de Vibração de uma Corda

 

Neste aparato, um fio de nylon (corda vibrante) é posto a vibrar com o auxílio de um alto-falante ligado a um gerador de áudio. Para determinadas frequências, consegue-se obter diferentes modos de vibração (ondas estacionárias) no fio de nylon. Assim, pode-se observar vários ventres (locais de maior amplitude) e nós (locais sem vibrações), dependendo da onda que foi armada no fio. Há dois nós fixos, que estão nas extremidades do fio vibrante, sendo possível obter mais nós entre esses dois, bastando variar a frequência. Pode-se também conseguir mudar o modo de vibração do fio mudando-se o peso que o tensiona.

 

 

 

 

Harmônicos em Cordas Vibrantes

 com Tensões Diferentes

 

 

Aqui, dois fios de nylon iguais são colocados a vibrar, em mesma frequência (f). A parte vibrante de ambos os frios tem mesmo comprimento (l) e em suas extremidades estão fixos dois objetos de massas diferentes, o que ocasiona tensões (T) diferentes nos fios.Como os dois fios são iguais, tem mesmo comprimento e vibram à mesma frequência, a mudança de tensão implica uma mudança no modo de vibração de ambos os fios, fazendo com que o fio mais tensionado tenha maior frequência que o outro. Com isso, podemos observar diferentes harmônicos produzidos nos fios.