DSC_2179.png

Motor Elétrico

A descoberta de Oerested revelando que a corrente elétrica gerava um campo magnético possibilitou a invenção posterior de motores elétricos. 

 

Aqui se vê um modelo simplificado de um motos com uma única espira mergulhada no campo magnético de um imã permanente. O eixo do motor é recoberto com um esmalte isolante que foi raspado totalmente numa das extremidades e parcialmente na outra, permitando a ligação entre os pólos da espira e os terminais da pilha só se realize em metade da volta. A corrente elétrica que circula pela espira gera um campo contrário ao do imã provocando a repulsão entre eles e um impulso adicional, a cada meia volta, ao movimento da espira.